×
angeli — matilda — 8 de junho de 2018

BAIACU E A ARTE QUE SOMA

Curadoria minuciosa de talentos, projeto com Angeli e Laerte aterrissa na Matilda.

Angeli e Laerte

Baiacu é mesmo um bicho curioso. Sua imagem geral é a do peixe-balão, que se infla para espantar seus predadores. Descobriu-se também que o ser aquático é dado às artes, sendo capaz de desenhar engenhosas mandalas no fundo do mar para atrair pretendentes.

Desinteressado da gastronomia, faz o que pode para não parar na frigideira: tem espinhos e um dos venenos mais mortais do mundo. Mesmo assim, alguns aventureiros dispõem um bom quinhão pelo raro prazer de lhes cravar os dentes.

Assim como o pequeno animal escamoso, o Projeto Baiacu tem suas peculiaridades.

Parido da reunião de Angeli com Laerte, maiores nomes de uma geração que popularizou as HQs no Brasil, o projeto tem sido criado em conjunto, com os olhares acurados e cuidadosos de Carolina Guaycuru, Rafael Coutinho, Bruno Girello e André Conti. O que inicialmente se pretendia zine inflou até tomar uma forma inesperada: uma curadoria que  convida artistas a se isolarem numa espécie de retiro experimental.

Com a soma de artistas consagrados, talentos contemporâneos e o desejo de compartilhar todo o potencial das narrativas visuais, a Baiacu chegou à Matilda para firmar uma parceria criativa. Juntas, vamos levar essa proposta ao maior número de seres pensantes.

Assista ao vídeo com a preparação do Baiacu à moda da casa e prepare-se para experimentar essa iguaria sem ressalvas.