×
ALMA NEGROT — matilda — 9 de novembro de 2017

A MISTERIOSA ALMA DE RAPHAEL JACQUES

Uma alma sempre tem algo para contar — Raphael Jacques, o artista que dá vida à Alma Negrot, nos revela um pouco mais sobre quem ele é.

Nascido no Sul, na cidade de Gramado, Raphael Jacques viveu por muito tempo como muitas LGBTs vivem: se sentindo sozinho. Sem se identificar com as pessoas ao seu redor, ou melhor, impedido de identificar os seus iguais devido ao preconceito que obriga todos a se manterem “no armário”, Raphael decidiu seguir seu próprio rumo na vida e se aventurar pelo mundo a fora.

 

 

Raphael veio para São Paulo encontrar mais pessoas como ele e ter mais liberdade, mas não antes de estudar um pouco de artes visuais na UFRGS e viajar pelo Uruguai, Chile e Argentina. Seu trabalho com performances e artes corporais começou quando ainda trabalhava em uma sauna em Porto Alegre, mas foi na cena noturna paulistana que ficou conhecido pela sua principal criação, a Alma Negrot.

 

 

Sem cerimônias, Raphael recebeu a Matilda.my em sua casa para um bate papo e nos disse tudo o que pensa sobre identidade, representatividade, arte, comunicação e publicidade, além de nos contar mais detalhes de sua vida. Em resumo, foi uma experiência única que nos apaixonou e enriqueceu com as reflexões dessa irreverente “bicha não-branca”, como ele mesmo se define.

 

 

Não é fácil enfrentar esse mundo, ainda mais quando se é bicha, não-branco, lésbica, bi, trans, travesti, negro, gordo, indígena, drag, mulher… mas, não estamos sozinhos. Essas GENTES existem e precisam ser ouvidas, respeitadas e reconhecidas. Raphael é, para nós, um símbolo de resistência e de como é possível enfrentar os preconceitos do mundo através da arte e com criatividade.
Obrigado por conversar com a gente e por apresentar um pouquinho do seu interior, da sua alma, mas não aquela que todos conhecem, mas a que você carrega consigo na sua intimidade. Para finalizar, confiram o vídeo e ouçam vocês mesmo ele, o todo-maravilhoso, Raphael Jacques.