A ideia de adentrar em um universo desconhecido pode ser assustadora, mas ao mesmo tempo excitante — especialmente quando ela se desdobra em processos íntimos de autoconhecimento. Foi mais ou menos com esse sentimento que vivenciamos “Imersão”, oficina de maquiagem criativa proposta por Alma Negrot, persona do multiartista Raphael Jaques

Tudo começou quando o videomaker Alex Girardi nos ofereceu a oportunidade de apoiar a produção de um videoclipe com a Alma Negrot. Eu, dentro do meu mundinho, não fazia ideia de quem ela fosse, mas novas oportunidades sempre me motivam.

Quando o conhecemos, com seus cachinhos azuis, ficamos apaixonados pela maneira como ele se transforma e busca na alma as diversas maneiras de se expressar através da arte — a arte de ser ele mesmo: livre, leve e solto. Foi surpreendente avistar um moleque de bermuda, camiseta rasgada e um sorriso na cara. Na nossa cabeça, era difícil imaginar como aquele menino de apenas 21 anos podia se transformar em uma figura tão grandiosa e imponente. “Como ele faz isso?”.

No “Espaço Moldável Alma Negrot”, vivemos algo muito intenso e bastante particular.

Mauricio, que participou efetivamente da oficina, divide: “Foi uma forma de exteriorizar o estado interno que, às vezes, nem lúcido está. Primeiro desconstruir o rosto para, em seguida, viver o encontro do eu de dentro com o de fora” . O resultado foi incrível, ele parecia uma obra de arte.

O processo é de fato sobre isso: se entender livre para criar, ser, descobrir, estar, encontrar. Até mesmo para quem participa de fora, a experiência se mostra transformadora. “Nós costumamos achar que as coisas só dão realmente certo quando encontramos a organização, mas no Espaço Moldável tudo parecia ao contrário. Ali, o caos era a chave para toda e qualquer criação. Acompanhada de tintas, glitter, penas, pincéis, maquiagens e conversas, saí de lá com a alma lavada” –  me contou Juliana, minha parceira de filmagem.

Essa vivência deixou clara a necessidade da consciência corporal e nos mostra que é essencial estar muito presente em você mesmo para conseguir expressar o que se passa no seu eu. Acredito que tudo que nos faz encontrar a nós mesmos é maravilhoso. E com a “ALMA” é possível fazer isso de uma maneira tátil, com maquiagem e acessórios. Quem não ama?

Abaixo, o resultado em vídeo da nossa imersão fantástica com Alma Negrot:

Para saber quando vão acontecer as próximas oficinas de Imersão, acompanhe a página de Alma Negrot no Facebook e no Instagram (@almanegrot).

Por Carolina Gavazzi / Fotos: Guilherme Alonso